Um guia sobre SEO

SEO: O que é e qual a sua importância?

De acordo com as estatísticas do Google Trends, desde 2014 que o interesse pelo termo “SEO” tem vindo a aumentar a um ritmo constante.

Isto resulta da necessidade crescente das empresas em contratar profissionais da área de Marketing Digital.

Embora hajam diversos cargos nesta área, os que estão relacionados com SEO, tais como responsável ou especialista em SEO, são os que têm tido uma grande procura.

Posto isto, é importante perceberes o que significa esta sigla e qual a sua importância nos dias de hoje.

Afinal o que é "SEO"?

SEO é uma sigla inglesa utilizada para designar “Search Engine Optimization”. Traduzido para português isto significa “otimização para motores de busca”.

É uma das componentes de Marketing Digital mais importante pois influencia diretamente a nossa posição nas páginas de resultados de pesquisa (SERP).

De forma mais explícita, SEO tem como objetivo aumentar a visibilidade das nossas páginas web, seja através de:

    • otimização dentro da página (designado por SEO “on page”);
    • otimização fora da página (conhecido como SEO “off page”).

 

Uma estratégia completa de SEO deve recorrer a estes dois tipos de otimização.

É importante referir que SEO apenas diz respeito a tráfego orgânico.

Existe também a componente de, SEM (“Search Engine Marketing”) mas esta diz respeito à otimização para motores de busca com recurso a tráfego pago.

Quando pesquisamos por um termo no Google podemos ver que os primeiros resultados estão mencionados como “anúncio”. O tráfego orgânico apenas aparecerá depois dos resultados pagos.

Porque é tão importante ter conteúdo otimizado para motores de busca?

De acordo com os dados mais recentes, os 5 primeiros resultados da 1ª página do Google recebem aproximadamente 68% de todos os cliques.

Logo, se a maioria das pessoas que faz uma pesquisa online não vai sequer ver a 2ª página de resultados do Google, é crucial que apareças na 1ª página!

Imagina este exemplo: tens um blog sobre culinária e acabaste de publicar uma receita de bolo de chocolate.

Se este conteúdo não estiver otimizado para os motores de busca, podes ter a certeza de que dificilmente alguém irá chegar à tua receita e tomar conhecimento do teu blog.

Que fatores determinam o teu posicionamento?

Existem vários fatores que influenciam o posicionamento das nossas páginas web. Aqui vamos partilhar contigo os que consideramos ser os mais importantes.

Conteúdo relevante e de qualidade

Deves-te focar em escrever conteúdo que seja relevante para o teu público-alvo. Isto é, conteúdo que vá ao encontro do que este procura.

Primeiro tenta perceber o que as pessoas procuram ao pesquisarem por uma palavra-chave que tens interesse em usar.

Por exemplo, se pesquisares por “café” no Google os primeiros resultados falam dos benefícios do café, por isso faz mais sentido criares conteúdo sobre este tópico. No entanto, se os primeiros resultados mencionassem “O que é o café?” faria mais sentido publicar conteúdo sobre o significado do café e as suas origens.

Se o teu conteúdo for relevante e de boa qualidade, os visitantes irão sentir-se incentivados a continuar no teu site e a visitarem outras páginas do mesmo.

Escolher as palavras-chave certas

Existem diversas ferramentas que nos permitem ver que palavras-chave devemos utilizar no nosso conteúdo, tais como o “keywords everywhere” e o “Ubersuggest”.

No entanto, não basta escolhermos as palavras-chave que têm mais pesquisas mensais. Também precisamos de perceber se faz sentido utilizá-las para o nosso negócio.

Se temos uma loja online de  roupa e a nossa ferramenta diz que existe procura elevada por “roupa suja” se calhar não faz muito sentido publicar conteúdo sobre este termo pois muito provavelmente iremos atrair pessoas que procuram uma solução para a sua roupa suja e não visitantes interessados em comprar a nossa roupa.

Otimizar as componentes de html

Ao nível do código HTML também serão necessárias algumas alterações se queres tirar o máximo proveito de SEO. Mas não te preocupes, não é necessário saberes código, é muito mais simples do que parece.

Eis os componentes que precisas de ter atenção:

    • Title tags: este é o título que surge na página de resultados do Google. Deves certificar-te que colocas aqui a palavra-chave principal para a qual te queres posicionar e que o teu título seja chamativo.
    • Meta-descrição: trata-se da secção que surge após o title tag. Nesta deve constar uma pequena descrição (não mais de 230 caracteres) sobre o que os utilizadores iram encontrar nesta página, com a tua palavra-chave principal.
    • Alt text: é o texto que descreve as tuas imagens. No caso de estas não carregarem é este texto que irá ser visível. O alt text deve ser curto e conter a palavra-chave para a qual te pretendes posicionar. Exemplo: «54825.jpg» – ❌ / «dicas-uteis-seo» – ✔️
    • Headers: os títulos do teu artigo, conhecidos em HTML por H1, devem conter a tua palavra-chave e incentivar os visitantes a lerem o conteúdo. Apenas deves ter um H1 mas podes ter vários H2, H3 e H4 (subtítulos).
    • URL’S: o URL correspondente à tua página não deve conter números e/ou letras aleatórias, mas sim uma descrição muito breve do que os visitantes irão encontrar na tua página. Exemplo: https://getvalue.pt/redes-sociais/

Obter backlinks de qualidade

O que é um backlink? Posto de forma simples, é um link colocado numa página com o objetivo de redirecionar tráfego para outra página.

Um dos fatores mais importantes a nível de SEO é a quantidade de backlinks que o teu site tem.

No entanto, não basta teres vários links a redirecionarem para o teu site. A qualidade destes importa: quanto maior for a autoridade do domínio e da página que coloca o link, mais valor têm estes backlinks.

Se uma página considerada “spam” aos olhos da Google redireciona pessoas para o meu site, vou obter o efeito contrário ao pretendido, e isso irá afetar negativamente o meu site em termos de SEO.

Embora não tão poderoso, também ajuda termos backlinks internos (links que eu coloco a redirecionar para outra página do meu site) pois ajuda o visitante a obter a informação de que necessita apenas num site, o que vai também melhorar a nossa bounce rate.

Outros fatores a ter em conta

O teu website deve:

    • Ser “mobile-friendly”: ao visitarem o nosso site através de um telemóvel a user-experience (UX) deve ser tão boa como em desktop.
    • Ter uma boa UX: ser responsivo e fácil de navegar.
    • Carregar rápido todas as páginas.

 

Estas funcionalidades podem ser avaliadas através do Google Search Console.

Por enquanto são estas as dicas que temos para partilhar contigo.

Agora que já sabes como utilizar SEO, não tens desculpa para não aparecer em 1º lugar nos resultados de pesquisa!

Lembra-te de utilizares todas estas estratégias em conjunto e de não te baseares apenas numa, pois se o fizeres, não estarás a aproveitar o potencial das tuas páginas web.

Se tens interesse em saber mais ou precisas de ajuda a desenvolver uma campanha de SEO, contacta-nos através do e-mail: info@getvalue.pt ou através dos nossos contactos telefónicos: 210 938 301 / 910 727 848.

Contacte-nos!